COM A CASA ÀS COSTAS

Projeto de proximidade artística com o contexto escolar 

“Ouvir com o corpo, refletir com a pele, viver com os ouvidos, olhar com o coração. A mistura de sentimentos e sensações, que fazem de um corpo, um enorme órgão sensorial e vivíssimo.” 

(Fernanda Polacow)

APOIO A CRIAÇÃO

Atendendo a uma necessidade verbalizada por algumas creches e infantários com quem temos vindo a colaborar, propomos uma criação itinerante, que acontece dentro da sala de aula, com os recursos que ali encontramos e com algo que podemos trazer perto de nós, do nosso corpo: Com a Casa às costas vamos à escola. 

 

Com a Casa às costas é um acontecimento único, sonhado para ter lugar dentro de cada sala de aula com aquilo que ali existe e com tudo que se pode transformar a partir do que encontramos. É um exercício de abertura, reinvenção e criatividade. Cada sessão é conduzida por um artista que trabalha individualmente com uma turma. Cada artista apresenta uma performance com aquilo que traz consigo, com o que cabe na mochila. Tem no corpo palavras e imaginários trabalhados com o suporte das histórias escritas pela guionista Fernanda Polacow. Tem ainda, o desafio de improvisar com aquilo que encontra, em termos de espaço físico, objetos e pessoas. Ao chegar à sala de aula, uma mão curiosa abre a “casa” e puf! Aparece um mundo, um mar, uma canção, uma folha de papel e muitas outras coisas. Há desejos de abraços e de carregar consigo a casa, os sonhos e o amigo às costas. No decorrer do tempo do encontro, gestos, ações e palavras irão surgir: Abrir, partilhar, oferecer, convidar, esperar, escutar, inventar junto e ainda muito mais por descobrir. 

Acontecimentos artístico-pedagógicos dentro da sala de aula

 

Público-alvo: turmas de crianças dos 0-5. 

Em cada sessão : 1 artista-educador em campo. 

Portfólio: 4 histórias/sessões para crianças dos 3 aos 5 anos e 2 histórias/sessões para bebés dos 0 aos 3 anos.

 

Nota: Como sugestão de regularidade faz-nos sentido, que o projeto aconteça ao longo de 4 meses, com uma visita mensal a cada turma. No entanto, o ritmo e o número de turmas a abranger é desenhado com cada instituição, consoante a realidade e a necessidades de cada espaço. O nosso objetivo principal é criar uma forte relação com a escola, que nos permita estabelecer uma zona de aprendizagem e crescimento mútuo. 

 

Condições de acolhimento e desenvolvimento da ação

 

Local: as apresentações são pensadas especialmente para terem lugar dentro de cada sala de aula. Sugerimos uma visita e/ou conversa prévia com a escola. Dada a situação de exceção em que nos encontramos, a atual pandemia, podemos adaptar para um local arejado e mais ao ar livre dentro da escola. De qualquer forma, será sempre uma turma de cada vez. Este é o motor do projeto: encontros um-a-um, com cada educador, cada turma, de cada escola. 

 

Duração da sessão: 120 minutos no total, que inclui a montagem do cenário/atmosfera (aproximadamente 30 minutos) na qual requer a presença da educadora para que o espaço se transforme num trabalho conjunto. A história possui uma duração de cerca de 60 minutos e, no final, sugerimos mais 30 minutos a seguir ao acontecimento, para que o artista educador possa trabalhar com a educadora, no sentido de explicar e aprofundar o material didático que será deixado em cada sala de aula.  

 

Sobre a sessão em si: entre a performance, a contação de histórias e uma aula de movimento que convida as crianças ao exercício de participar, colaborar e escutar, apresentamos uma forma inovadora, interativa, sempre conduzida por um artista-educador com experiência, e preparado para lidar com o acaso e com as questões que surgirem em cada encontro. O papel dos educadores e auxiliares de educação é fundamental, queremos que se sintam parte ativa da criação do momento e desejamos deixar pistas para que se sigam aprofundando os conteúdos abordados, das mais diversas formas. 

FICHA TÉCNICA

 

Criação: Coletivo Lagoa

Direção artística: Mariana Lemos

Escritora: Fernanda Polacow

Performers: Clara Bevilaqua e Guilherme Calegari

Artista Convidada: Margarida Mestre

Escolas Parceiras: ADECO, Jifa, Escola Raiz, APIA, Associação Tempo de Mudar para o desenvolvimento do Bairro dos Lóios, Centro Paroquial Bem Estar de Alfama. 

Produção e Serviço Educativo: Lysandra Domingues

Design Gráfico: Clara B. 

Apoio de Desenvolvimento: DGArtes (Apoio de emergência ao setor das artes do Ministério da Cultura Portuguesa)

Apoios de emergência ao coletivo: Fundação Calouste Gulbenkian, Câmara Municipal de Lisboa

Lisboa - Portugal

  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

© Todos os direitos reservados

Coletivo Lagoa